Os custos de uma contratação mal feita

Atrair bons profissionais é um dos maiores desafios das empresas. Uma contratação assertiva aumenta a produtividade e melhora o ambiente de trabalho, gerando ótimos resultados para o seu negócio. Por outro lado, os custos de uma contratação mal feita são altos, trazendo prejuízos para a estrutura organizacional.

Vamos ver algumas das consequências de uma contratação mal feita:

1- Produtividade da equipe

O desempenho de toda a equipe é prejudicado quando um novo contratado não se adapta ao trabalho, ou seja, quando a produtividade diminui, prejuízos aos cofres da sua empresa são gerados.

2- Custos com treinamentos

Toda vez que um colaborador é admitido, é gerada uma despesa, ou seja, com um novo processo de contratação, temos novos gastos, como anúncio de vaga, exame admissional, treinamento e integração na equipe. Lembrando que somente haverá um retorno para a empresa quando o profissional começar a apresentar bons resultados.

3- Cultura da empresa enfraquecida

Ter uma equipe alinhada com os valores da empresa é primordial para garantir uma ótima interação no trabalho, em outras palavras, quando temos uma contratação mal feita o ambiente fica desequilibrado, enfraquecendo a cultura organizacional

4- Imagem negativa no mercado de trabalho

Com um turnover elevado, dificilmente sua empresa estará na lista dos melhores lugares para se trabalhar, ou seja, o impacto é direto na atração de talentos.

Como evitar uma contratação mal feita?

Viu como os custos de uma contratação mal feita podem ser altos? Vamos dar algumas dicas para você não errar nesse momento, vamos ver:

1 – Contratar uma empresa especializada em R&S

O recrutamento especializado tem recebido cada vez mais foco e atenção por diminuir o tempo de procura por candidatos realmente qualificados ao cargo e conseguir encontrar currículos compatíveis com as necessidades da empresa.

Portanto, este serviço especializado lhe garante um processo mais objetivo e eficaz, traz consigo ótimas metodologias para atrair candidatos, reduz a taxa de turnover, diminui os custos para sua empresa e proporciona contratações alinhadas com a cultura da instituição.

2 – Estabelecer uma parceria entre o time de RH interno+consultoria especializada em R&S

Sabia que o RH interno e a consultoria especializada em Recrutamento e Seleção são excelentes aliados estratégicos ao seu negócio? Pois é, é normal pensar que uma pode excluir a outra por possuírem condutas parecidas, mas, se pensarmos bem, essa união é uma ótima solução para alcançar maiores resultados. O RH interno possui um conhecimento aprofundado das situações dentro de uma empresa, atuando de uma forma muito estratégica para suprir as necessidades existentes.

Por outro lado, temos a consultoria especializada em R&S que, por ter uma perspectiva externa e muito especializada, ajuda a encontrar gargalos dentro da instituição. Essa parceria apoia o RH interno com um trabalho que demanda grande esforço de tempo e dedicação, entregando o processo mais pronto e direcionado, otimizando o tempo e o trabalho do time de RH interno.

3 – Capriche na escolha da fonte de divulgação de vagas

Antes de mais nada, você deve saber que a divulgação de vagas é uma etapa essencial do processo de recrutamento e seleção, quando todos os esforços são focados em encontrar o candidato ideal. Se a sua empresa já possui uma equipe de R&S para chegar até os talentos, capriche na hora de escolher a melhor fonte de divulgação de vagas. No mercado hoje, temos plataformas gratuitas e pagas.

As plataformas gratuitas mais comuns são Catho, Indeed, Empregos.com e o LinkedIn. As ferramentas pagas geralmente são Sistema de Rastreamento de Candidatos, que auxiliam no processo de seleção, desde a atração até a finalização da vaga. Outros meios eficazes de divulgação são as redes sociais como Instagram, Facebook e WhatsApp.

4 – Fortaleça seu processo de R&S

Para que o seu processo de recrutamento seja consistente, é preciso elaborar um job description, que é a descrição do cargo. É necessário registrar, por exemplo, quais são as atividades requeridas, tempo de experiência exigido e quais são as hard skills e soft skills. Com todas essas informações bem descritas, o recrutador terá clareza sobre o perfil requerido na hora da divulgação, diminuindo a chance de uma contratação mal feita.

Portanto, se você se interessou em conhecer o trabalho de uma empresa especializada em R&S, a Evoluir Recruiter está à disposição para tirar suas dúvidas.

Contamos com profissionais experientes e qualificados para atuar em um processo de R&S assertivo, evitando todos os prejuízos citados acima. Nossa taxa de assertividade é de 95%, isso significa que 95% dos profissionais que selecionamos permanecem nas empresas após o período de experiência.

Temos mais de 20.000 profissionais em nossa base de currículos e sete dias é o tempo médio que levamos para encontrar o candidato certo. Por fim, sabemos do alto custo de uma seleção errada e buscamos aprimorar nossos processos internos para que esta taxa seja cada vez menor.

Gostou? Compartilhe!

Deixe sua opinião.

Você também pode gostar de ler:

Capa Evoluir News

Edição 008

Nesta edição: Como engajar profissionais de TI no processo seletivo Pérolas do RH:O candidato descolado O papel do líder na retenção de profissionais Deu na

Homem entregando papéis

Por que você deve saber o que é Assessment Comportamental?

O assessment comportamental é uma técnica de avaliação que aplica diversas ferramentas, com o objetivo de identificar as competências, habilidades e características de uma pessoa e que são relevantes para um determinado contexto, muito utilizada no mundo corporativo.