Assessment comportamental – o que é?

O assessment comportamental, também conhecida como avaliação comportamental, é um processo utilizado para analisar e avaliar as características, habilidades, traços de personalidade, competências e comportamentos de um indivíduo. Essa avaliação é realizada com o objetivo de entender melhor o perfil comportamental de uma pessoa, suas preferências, estilo de trabalho, pontos fortes e áreas de desenvolvimento.

Existem diferentes métodos e ferramentas utilizadas em uma avaliação comportamental, como questionários, testes psicológicos, exercícios práticos, dinâmicas de grupo e entrevistas. Essas técnicas ajudam a coletar informações relevantes sobre o comportamento e as características pessoais do indivíduo, fornecendo insights sobre sua forma de interagir com os outros, sua capacidade de lidar com desafios, sua tomada de decisão, entre outros aspectos. Dessa forma, a taxa de turnover tende a ser menor ao colocar em prática o Assessment Comportamental.

Veja também: Turnover – 6 principais causa de rotatividade na sua empresa

profissionais no assessment

Os resultados da avaliação comportamental podem ser utilizados em diversas situações, como processos seletivos de empresas, planejamento de carreira, desenvolvimento de equipes, identificação de necessidades de treinamento e desenvolvimento pessoal. Com base nessas informações, é possível tomar decisões mais embasadas em relação ao recrutamento, formação de equipes, promoções e estratégias de desenvolvimento profissional.

É importante ressaltar que a avaliação comportamental não busca rotular ou categorizar as pessoas, mas sim fornecer informações que auxiliem na compreensão de seu comportamento e nas oportunidades de crescimento pessoal e profissional. Contudo, a utilização dessas ferramentas deve ser feita por profissionais capacitados, como psicólogos ou especialistas em recursos humanos, garantindo que o processo seja ético, confidencial e imparcial.

7 vantagens do Assessment comportamental

O Assessment comportamental oferece diversas vantagens, tanto para indivíduos como para organizações. Aqui estão 7 das principais vantagens:

1- Tomada de decisão embasada

O Assessment Comportamental fornece informações objetivas e baseadas em dados sobre os comportamentos, habilidades e competências de um indivíduo. Isso auxilia na tomada de decisões mais embasadas em relação a seleção de candidatos, promoções, formação de equipes e desenvolvimento profissional.

2- Autoconhecimento

Ao passar por um Assessment Comportamental, os indivíduos têm a oportunidade de se conhecerem melhor. Eles podem obter insights sobre seus pontos fortes, áreas de melhoria, preferências de trabalho e estilo de comunicação.

3- Desenvolvimento pessoal e profissional

Pode-se direcionar seus esforços de desenvolvimento de maneira mais eficaz. Eles podem identificar habilidades que precisam ser aprimoradas, buscar oportunidades de treinamento relevantes e trabalhar em seu crescimento pessoal e profissional.

4- Formação de equipes eficazes

Ao analisar os perfis comportamentais dos membros da equipe, é possível identificar combinações que promovam a colaboração, a diversidade de pensamento e o bom desempenho coletivo.

5- Melhoria da comunicação e do relacionamento interpessoal

Compreender os estilos de comunicação e os comportamentos de cada indivíduo por meio do Assessment Comportamental pode melhorar significativamente a comunicação e o relacionamento interpessoal. Isso permite que as pessoas se expressem e interajam de forma mais eficaz, resolvam conflitos de maneira construtiva e colaborem de forma mais harmoniosa.

6- Redução de erros de contratação

Avaliar não apenas as habilidades técnicas, mas também os traços comportamentais, ajuda a identificar candidatos que se encaixam melhor na cultura organizacional e nas demandas do cargo.

7- Identificação de potenciais líderes

Ao analisar características, como habilidades de comunicação, tomada de decisão, capacidade de influenciar e lidar com situações desafiadoras, é possível identificar aqueles que têm maior probabilidade de se destacar em papéis de liderança.

equipe após assessment conversando

Essas são apenas algumas das vantagens do Assessment Comportamental. Cada organização ou contexto pode encontrar benefícios adicionais específicos, dependendo de seus objetivos e necessidades.

Quais são as ferramentas de Assessment Comportamental?

Existem várias ferramentas de Assessment Comportamental disponíveis, cada uma com suas abordagens e metodologias específicas. Aqui estão algumas das ferramentas mais comuns e amplamente utilizadas:

DISC ( Inventário de Avaliação Comportamental)

O DISC é um modelo comportamental que avalia quatro dimensões de comportamento: Dominância (D), Influência (I), Estabilidade (S) e Conformidade (C). Essas dimensões ajudam a entender como as pessoas se comportam e se relacionam no ambiente de trabalho.

VECA (Inventário de Avaliação Comportamental)

O VECA é um modelo utilizado para analisar e avaliar o comportamento e as competências de um indivíduo. Ele busca identificar os principais traços comportamentais de uma pessoa em relação a diferentes situações profissionais. Geralmente utiliza-se uma abordagem baseada em perguntas e respostas, abrangendo diferentes áreas, como comunicação, liderança, tomada de decisão, trabalho em equipe e resolução de problemas.

MBTI (Myers-Briggs Type Indicator)

O MBTI é um instrumento de avaliação de personalidade amplamente utilizado que classifica os indivíduos em uma das 16 tipologias de personalidade com base em quatro dimensões principais: extroversão/introversão, sensação/intuição, pensamento/sentimento e julgamento/percepção.

Big Five

O modelo Big Five (também conhecido como Cinco Grandes Fatores de Personalidade) é uma teoria que avalia cinco traços de personalidade: extroversão, amabilidade, conscienciosidade, estabilidade emocional e abertura para a experiência. Essa abordagem busca identificar os principais traços de personalidade que influenciam o comportamento dos indivíduos.

PI (Predictive Index)

O PI é uma ferramenta de avaliação comportamental que analisa os drives e os comportamentos dos indivíduos. Ele mede fatores como dominância, extroversão, paciência e formalidade, fornecendo uma visão abrangente do perfil comportamental de uma pessoa.

Hogan Assessments

A Hogan Assessments oferece uma variedade de ferramentas de avaliação comportamental, como o Hogan Personality Inventory (HPI) e o Hogan Development Survey (HDS), que ajudam a identificar os traços de personalidade e os comportamentos relacionados ao desempenho profissional e ao potencial de liderança.

16PF (Sixteen Personality Factor Questionnaire)

O 16PF é um instrumento que avalia 16 fatores de personalidade que são relevantes para o desempenho profissional e o ajuste ao trabalho. Ele fornece insights detalhados sobre os traços de personalidade de um indivíduo, auxiliando na compreensão de seu comportamento.

Quais os componentes principais?

O assessment comportamental pode variar em termos de metodologia e ferramentas utilizadas, mas geralmente envolve os seguintes componentes principais:

  • Os questionários e testes são uma parte fundamental do assessment comportamental. Eles são projetados para coletar informações sobre traços de personalidade, habilidades, preferências e comportamentos de um indivíduo. Essas ferramentas podem incluir perguntas de múltipla escolha, escalas de classificação ou afirmações a serem avaliadas.
  • As entrevistas são uma forma de interação direta entre o avaliador e o avaliado. Podem ser estruturadas, com perguntas específicas, ou mais abertas, permitindo que o avaliado compartilhe suas experiências e opiniões. As entrevistas podem explorar aspectos comportamentais, competências específicas e histórico profissional.
  • Em algumas situações, são utilizadas dinâmicas de grupo ou exercícios práticos para observar o comportamento dos participantes em um contexto simulado. Essas atividades podem envolver a resolução de problemas em equipe, simulações de casos ou discussões em grupo.
  • A observação direta é outra forma de avaliação comportamental. Nesse caso, o avaliador observa o indivíduo em ação, seja em situações reais de trabalho, em simulações ou durante atividades específicas. Essa observação pode ajudar a identificar padrões comportamentais, habilidades de comunicação, liderança e outras competências relevantes.
  • Após a coleta e análise dos dados, é fornecido feedback ao avaliado. Esse feedback pode ser dado em forma de relatórios detalhados, que resumem os resultados do assessment e oferecem insights sobre o perfil comportamental do indivíduo. Esses relatórios costumam incluir recomendações para desenvolvimento pessoal e profissional.

Assista nosso vídeo sobre Assessment Comportamental

Aqui na Evoluir, selecionamos os melhores candidatos para integrar sua equipe utilizando técnicas de Assessment Comportamental. Quer saber mais? Faça um contato conosco, será um prazer lhe atender!

Gostou? Compartilhe!

Deixe sua opinião.

Você também pode gostar de ler:

Capa Evoluir News

Edição 007

Nesta edição: Como trabalhar a atratividade da minha marca empregadora? Deu na mídia:Gestão empresarial:5 tendências para melhorar seu negócio no pós pandemia Como avaliar o